Top Four: Séries bacanas que você deve assistir :] (por Renan)

Heys pessoal! Depois de alguns anos sem aparecer nestas paragens, por pura preguiça e na última semana por pegar um vírus após com toda inocência baixar Red Dead Revolver com o dito cujo por torrent e ter que formatar meu computador, resolvi postar alguma coisa para não dizerem que esse blog tem bolas de feno rolando pelos cantos. :D

Ultimamente tenho assistido a mais coisas interessantes na televisão e internet, nada de canal aberto (até porque a antena do meu quarto tá quebrada =/), notícias da Gripe Suína, History Channel, Big Brothers ou Medalhão Persa e sim seriados com conteúdo bacana, e também deixando de lado os mais populares como Friends, Gossip Girl, Bones, Lost, entre outros. Deixando bem claro que é meu gosto, então se você não gostar, VAAAAI assistir outra coisa, okzor?

4- THE LISTENER

The Listener é uma série canadense de drama/ficção onde o protagonista se chama Toby e tem o dom de escutar o que as pessoas pensam, e através disso, além de trabalhar como paramédico, tenta solucionar crimes utilizando de seu poder.

3- THE MENTALIST

Outra ótima série sobre investigações policiais, The Mentalist é Patrick Jane, Simon Baker, o mesmo que apareceu em Diabo Veste Prada e teve um caso com Andy (Anne Hathaway). Cada capítulo é uma história, mas alguns tem um fator em comum, como é o caso de Red John, um maníaco que matou sua mulher e faz aparições matando females de um jeito muito peculiar. Patrick em si, é um pseudo-médium e galãzinho, que utiliza de sua esperteza para solucionar vários casos, praticamente sempre desarmado, consegue pegar até um homem-bomba com o detonador a meio milímetro de ser acionado.

2- FRINGE

A única sem “THE” no seu nome deste Top Four. Do mesmo criador de Lost, Fringe é uma série bacana, e realmente merecia o primeiro lugar dessa lista, mas não. É uma série de ficção que toca em assuntos medonhos, como transferência de memória, teleporte, mutações genéticas, armas biológicas entre outras coisas. Olivia Dunham, Peter e Dr. Walter (estes últimos sendo pai e filho), formam a turminha dumau que desvenda os mistérios da trama, mas tudo que é apresentado nessa série, até a abertura, contém informações de algo muito maior. A trama não se baseia em casos dispersos, todos estão interligados, e consegue envolver o telespectador do início ao fim, deixando nós aflitos para saber o que vai acontecer no próximo episódio. E sim, Dr. Walter teve uma ereção no vídeo XD. Você não ouviu errado, mas era simplesmente porque precisava ir ao banheiro. :/


1- THE BIG BANG THEORY

Quatro Nerds e uma vizinha gostosa. Ingredientes para um filme trash? Sim, mas conseguiram fazer um seriado com esses elementos com maestria. Seus nomes são Leonard, Sheldon, Rajesh, Howard AND Penny… Ohh… Penny…

Leonard é o mais sensato do grupo e também o mais tímido, ele tem um amor platônico pela vizinha mas que talvez pode dar certo. Quem sabe na terceira temporada? Sheldon é o nerd cheio de manias, muito inteligente, muito chato, ninguém suporta ele, mas sua mãe pode dar conta do recado de vez em quando. Rajesh é um filho de indianos que está morando fora do país e seu jeito trapalhão é um dos mais carismáticos do seriado, além disso, falar com mulher só se estiver bêbado. Howard por sua vez é o pseudo-mulherengo, finge que pega todas mas no fundo é o maior loser, exceletente engenheiro é capaz até de fazer triangulações para achar a localização das gata. E finalmente Penny, não tenho o que dizer, não é uma musa, mas é realmente bonita e no final das contas, a aspirante a atriz consegue se enturmar com os rapazes da turma ao lado e aprende a se divertir de uma nova forma.

O que eu realmente gosto do seriado é a forma de como uma desconhecida sem nenhuma cultura, seja ela nerd ou não, entra no mundo dos nerds, aprendendo coisas novas, mediando suas loucuras e aproveitando a vida de diferentes formas. A série mostra esse lado carismático dos nerds que na realidade são tratados como pessoas bizarras e no fundo só possuem o intelecto um pouquinho mais alto. =D

Era isso pessoal, opa, pensou que acabou? Bonus exclusive for men.

BONUS – THE L WORD

Vídeo impróprio para menores? Talvez, fica a seu critério assistir, se você vê novelas da globo não tem o porquê de não assistir. :]

Dispenso comentários… Tá na sexta temporada e COMO É QUE A GENTE FOI DESCOBRIR ISSO SÓ AGORA? HEIN THALES? ME DIGA-ME!

Anúncios

Top Four: Razões pelas quais vale a pena jogar videogame! (por Thales)

A lista fala por si só, mas vou introduzir a bagaça só pra não ficar aquela coisa sem foot nem head.

Aí estão quatro motivos por que jogar videogame é um prazer que deveria ser degustado por todos. Eu já o faço e sei que é uma delícia. Mas, HEY, esse sou eu! =D

4. POSSIBILIDADES INFINITAS NA PONTA DOS DEDOS

Vale a pena!

Vale a pena!

3. APROXIMAÇÃO DA FANTASIA E GARANTIA DE DIVERSÃO

Vale a pena! (2)

Vale a pena! (2)

2. GRÁFICOS QUE BEIRAM A REALIDADE

Vale a pena! (3)

Vale a pena! (3)

1. ENTRETENIMENTO EM TODO LUGAR

Vale a pena! (4)

Vale a pena! (4)

‘NUFF SAID!

=D

Top Four – Músicas que eu queria ter escrito! (por Thales)

Quem me conhece sabe que sou um músico frustrado. Confesso que não tenho grandes habilidades musicais/instrumentais, mas sou capaz de fazer o DóRéMí. Também não sou prepotente pra dizer que toco e, assim, correr o risco de ter que provar. Digamos que seja daqueles que não tocam absolutamente nada mas sabem fingir muito bem, e deixam as unhas da mão direita levemente compridas afim de arranjar uma prosa ao acaso. “Tu tocas violão???”. YAHAM! =D

Entretanto confesso minha paixão incondicional pela música. Não me refiro a ela como arte porque não sei em que posição está – sabe… o cinema é a sétima e os quadrinhos são a nona, por exemplo. Em razão disso vim, por meio deste muitíssimo (non-)interessante post, compartilhar con ustédes um pouco do meu questionável gosto musical.

Aí estão as as quatro músicas que eu gostaria de ter composto, escrito, ou pelo menos colocado meu nome nos direitos autorais. XD Não são necessariamente as minhas músicas favoritas, mas refletem bem aquilo que costumo ouvir no aconchego do meu quarto (moro minha mãe sim, e daí?).

4. Lenine – Todas Elas Juntas Num Só Ser

O fantástico nessa música é ela ser uma declaração de amor não romântica. Lenine RULEZ!

Letra:

Não canto mais Babete nem Domingas
Nem Xica nem Tereza, de Ben jor;

Nem Drão nem Flora, do baiano Gil;
Nem Ana nem Luiza, do maior;

Já não homenageio Januária,

Joana, Ana, Bárbara, de Chico;

Nem Yoko, a nipônica de Lennon;
Nem a cabocla, de Tinoco e de Tonico;

Nem a tigreza nem a vera gata
Nem a branquinha, de Caetano;
Nem mesmoa linda flor de Luiz Gonzaga,
Rosinha, do sertão pernambucano;
Nem Risoflora, a flor de Chico Science,
Nenhuma continua nos meus planos.
Nem Kátia Flávia, de Fausto Fawcett;

Nem Anna Júlia do Los Hermanos.

Só você,
Hoje eu canto só você;
Só você,
Que eu quero porque quero, por querer.

Não canto de Melô pérola negra;
De Brown e Hebert, uma brasileira;
De Ari, nem a baiana nem Maria,
Nem a Iaiá também, nem minha faceira;
De Dorival, nem Dora nem Marina
Nem a morena de Itapoã;
Divina garota de Ipanema,
Nem Iracema, de Adoniran.

De Jackson do Pandeiro, nem Cremilda;

De Michael Jackson, nem a Billie Jean;

De Jimi Hendrix, nem a doce Angel;
Nem Ângela nem Lígia, de Jobim;

Nem Lia, Lily Braun nem Beatriz,

Das doze deusas de Edu e Chico;
Até das trinta Leilas de Donato,
E de Layla, de Clapton, eu abdico.

Só você,
Canto e toco só você;
Só você,
Que nem você ninguém mais pode haver.

Nem a namoradinha de um amigo
E nem a amada amante de Roberto;
E nem Michelle-me-belle, do beattle Paul;
Nem Isabel – Bebel – de João Gilberto;

E nem B.B., la femme de Serge Gainsbourg;
Nem, de Totó, na malafemmená;
Nem a Iaiá de Zeca Pagodinho;
Nem a mulata mulatinha de Lalá;

E nem a carioca de Vinícius
E nem a tropicana de Alceu
E nem a escurinha de Geraldo
E nem a pastorinha de Noel
E nem a namorada de Carlinhos
E nem a superstar do Tremendão
E nem a malaguenha de Lecuona
E nem a popozuda do Tigrão

Só você,
Hoje elejo e elogio só você,
Só você,
Que nem você não há nem quem nem quê.

De Haroldo Lobo com Wilson Batista,
De Mário Lago e Ataulfo Alves,
Não canto nem Emília nem Amélia,
Nenhuma tem meus vivas! E meus salves!
E nem Angie, do stone Mick Jagger;
E nem Roxanne, de Sting, do Police;
E nem a mina do mamona Dinho
E nem as mina – pá! – do mano Xiz!

Loira de Hervê e loira do É O Tchan,
Lôra de Gabriel, o Pensador;
Laura de Mercer, Laura de Braguinha,
Laura de Daniel, o trovador;
Ana do Rei e Ana de Djavan,

Ana do outro rei, o do baião

Nenhuma delas hoje cantarei:
Só outra reina no meu coração.

Só você,
Rainha aqui é só você,
Só você,
A musa dentre as musas de A a Z.

Se um dia me surgisse uma moça
Dessas que com seus dotes e seus dons,
Inspira parte dos compositores
Na arte das palavras e dos sons,
Tal como Madallene, de Jacques Brel,
Ou como Madalena, de Martinho;
Ou Mabellene e a sixteen de Chuck Berry,
E a manequim do tímido Paulinho;

Ou como, de Caymmi, a moça prosa
E a musa inspiradora Doralice;
Se me surgisse uma moça dessas.
Confesso que eu talvez não resistisse;
Mas, veja bem, meu bem, minha querida;
Isso seria só por uma vez,
Uma vez só em toda a minha vida!
Ou talvez duas… mas não mais que três…

Só você…
Mais que tudo é só você;
Só você…
As coisas mais queridas você é:

Você pra mim é o sol da minha noite;
É como a rosa, luz de Pixinguinha;
É como a estrela pura aparecida,
A estrela a refulgir, do Poetinha;
Você, ó flor, é como a nuvem calma
No céu da alma de Luiz Vieira;
Você é como a luz do sol da vida
De Steve Wonder, ó minha parceira.

Você é pra mim e o meu amor,
Crescendo como mato em campos vastos,
Mais que a gatinha para Erasmo Carlos;
Mais que a cigana pra Ronaldo bastos;
Mais que a divina dama pra Cartola;
Que a domna pra Ventadorn, Bernart;
Que a honey baby pra Waly Salomão
E a funny valentine pra Lorenz Hart.

Só você,
Mais que tudo e todas, é só você;
Só você,
Que é todas elas juntas num só ser.

3. Dream Theater – The Spirit Carries On

Eu acho o guitarrista deles um BAITA bostolão, mas se alguém ouvir um solo mais bonito que esse, por favor, me avisa nos comentários. Sem contar que (só) o nome é uma porrada nas membranas pensamentais.

Letra:

[Present]
[Nicholas:]
Where did we come from?
Why are we here?
Where do we go when we die?
What lies beyond
And what lay before?
Is anything certain in life?

They say, “Life is too short,”
“The here and the now”
And “You’re only given one shot”
But could there be more,
Have I lived before,
Or could this be all that we’ve got?

If I die tomorrow
I’d be all right
Because I believe
That after we’re gone
The spirit carries on

I used to be frightened of dying
I used to think death was the end
But that was before
I’m not scared anymore
I know that my soul will transcend

I may never find all the answers
I may never understand why
I may never prove
What I know to be true
But I know that I still have to try

If I die tomorrow
I’d be allright
Because I believe
That after we’re gone
The spirit carries on

[Victoria:]
“Move on, be brave
Don’t weep at my grave
Because I am no longer here
But please never let
Your memory of me disappear”

[Nicholas:]
Safe in the light that surrounds me
Free of the fear and the pain
My questioning mind
Has helped me to find
The meaning in my life again
Victoria’s real
I finally feel
At peace with the girl in my dreams
And now that I’m here
It’s perfectly clear
I found out what all of this means

If I die tomorrow
I’d be allright
Because I believe
That after we’re gone
The spirit carries on

2. Dream Theater – Stream Of Consciousness

Disse meu pai uma vez: “Esse é o tema mais bonito do heavy metal nos últimos dez anos.”

Tão tá…

Letra: quem encontrar pode se considerar MeoDeos! XD

1. Gênio da Música – Happy Birthday To You

O vídeo é auto explicativo, mas mesmo assim dou meus motivos. Ela é cantada pelo menos uma vez por dia todos os dias de todos os anos, e é, com certeza uma das poucas músicas existentes que foi traduzida, sem a menor dúvida, para todos os idiomas oficiais falados em todo o mundo. Precisa mais?

HELL YEAH!!!

———————————————-

É isso aí, amiguenhos. Essas são as músicas da minha lista. Quem tiver vontade (e nada mais para fazer) coloca as suas aí nos comentários.

Dá pra discutir bastante sobre isso. =D

PS: Eu sei a letra de Todas Elas Juntas Num Só Ser inteirinha. XD

PS: Eu gosto de Dream Theater sim, algum problema?

PS3: *sonha*

Ps4: A letra de The Spirit Carries On é um diálogo porque o disco em que ela se encontra tem uma historinha. =D

Top Four – Gostosas Que Você Não Conhec(ia até agora!) =D (não interessa quem postou)

Olá, crianças. Estou aqui para inaugurar uma cateogria de postagens referentes a listinhas dessas típicas da internet. É, via de regra seria um Top Five, mas é tão comum, e, como temos quatro cabeças pensantes (umas nem tanto) na gerência do blog, nada mais justo que glorificar esse número, pelo menos até que o mesmo se altere. Além disso seria um BAITA saco listar zilhares de.. seja lá o que for listado. Capiche? =D

Então? Vamos a ele?

Navegando ultimamente pelas interwebs da vida começei a me deparar com muitas coisas deveras interessantes e até entao inéditas, para mim, é claro. Entre elas estavam edificantes beldades escondidas que me pergunto até hoje porque Jon (Sim, eu tenho um Deos agora! Apavorante, né? ^_^) não me revelou antes. “Mamãe, onde eu estive esse tempo todo?” – pensava o jovem e ingênuo Thales com movimentações esquisitas em regiões duvidosas. De qualquer forma. Agracio-vos com a mais pura nata da beleza feminina famosa/desconhecida (?) existente no show bísnês. Desconhecidas para nós, reles mortais obrigados a ouvir “Suzana Vieira está apaixonada novamente”. AÍ NÃO!

4. MALIN AKERMAN

Não interessa de onde ela é, nem a idade dela, nem o que ela faz da vida, nem a comida preferida dela, nem o nome do seu iguana de estimaçã e, muito menos, interessa o fato de ela não me querer. Não estou nem aí, afinal É A ESPECTRAL II, FOR CHRIST’S SAKE!

3. BAR RAFAELI

Essa mulher é sensacional! Breve resumo do que ela tem por vida: ser modelo e fornecer periodicamente pro Jack Dawson Leonardo DiCaprio. Cool, han? Lucky bastard ¬¬

2. MARISA MILLER

Acreditem se quiserem: Marisa Miller declarou que procurou a Playbou americana antes da fama para fazer um ensaio. Sabem o que o titio Hefner disse? “Ela não tem talento suficiente”. E agora, tá bom de talento ou queres mais, tio? Onde esse mundo vai parar? É a pergunta que surge na cabeça de toda massa onanista de mão peluda espalhada ao redor do globo. E pensar que eu ainda respeitava o velho. Com o perdão do trocadilho… PERDEU, PLAYBOY! =D

1. KRISTEN STEWART

É verdade que ela é muito menos gostosa e desconhecida (lembre-se: desconhecida para nós, de vida meramente mundana e americana do sul) que as outras três. A essa altura do campeonato todos já assistiram a Crespúsculo ou pelo menos ouviram falar. Então. Mas olha a cara dela! Eu não assisti ao filme dos vampiros-adolescentes-que-sobrevivem-a-luz-solar então não sei se ela está tão absurdamente edificante como em Na Natureza Selvagem (o que deu na cabeça daquele guri?) ou Adventureland, em que ela apareçe molhadzinha!!!! Sério! Ela olha pro ser e póin. É algo absurdo. Sem contar o fator “quero colocá-la no colo e levá-la pra minha casa”.  E só isso já vale a primeira posição. Ponto pra menina.

Encare como mantra: Kristen Stewart molhadzinha… Kristen Stewart molhadzinha… Kristen Stewart molhadzinha…

Esse é o primeiro de muitos, eu espero. E, ah, pra desgosto de você, garotinho de dedos ásperos e nojento de plantão, essa é uma categoria livre, portanto postaremos qualquer tipo de lista por aqui. Até porque temos uma moça entre nós, não queremo ninguém vendo o TeoDeos como machista. Liberdade a todos. =D

PS: se alguém quiser fazer acréscimos à lista, faça dos comentários sua casa.

PS2: viva à Sports Illustrated! =D

PS3: eu ainda vou comprar um.